Como economizar energia em casa com 13 atitudes simples

Como economizar energia em casa com 13 atitudes simples

Administrar o orçamento familiar doméstico é importante não apenas para manter as finanças sob controle, sabia? Com um pouquinho de organização, sabendo como economizar energia em casa, é possível poupar muito sem grandes sacrifícios.

Isso permite investir no futuro dos seus filhos, garantir mais estabilidade e segurança a todos, além de realizar desejos, como viajar em família, comprar um carro novo etc. Uma forma bem simples de cortar gastos desnecessários em casa, por exemplo, é diminuindo o consumo de eletricidade.

Já pensou no quanto de dinheiro seria possível guardar todos os meses se a sua conta de luz chegasse mais barata? Então, se ligue nas nossas dicas de como economizar energia em casa de forma simples e aprenda a valorizar os seus ganhos!

1. Aproveite a iluminação natural

Todo mundo sabe que deixar as luzes acesas quando um cômodo não está sendo usado é um desperdício de eletricidade e de dinheiro. Mas, além de apagá-las sempre que sair de um ambiente, existem outras maneiras de reduzir o uso das suas lâmpadas, como o aproveitamento da iluminação natural.

O ideal é que você não precise acender as luzes durante o dia, então, vale usar cortinas translúcidas, por exemplo, que ajudam a manter certa privacidade sem ter que ligar as lâmpadas. O uso de vidros e de espelhos para refletir a luminosidade também é uma boa estratégia de como economizar energia

Também é possível instalar claraboias no teto, como em corredores ou escadas, por exemplo, a fim de clarear o espaço enquanto houver incidência de raios solares. Por fim, também dá para reposicionar os seus móveis, de modo a aproveitar ao máximo a luz vinda das janelas, principalmente sobre mesas e escrivaninhas usadas para estudos, trabalho ou leitura.

2. Adote cores claras nos ambientes

Pode parecer um detalhe insignificante, mas a escolha das cores na decoração também ajuda muito quando o assunto é como economizar energia em casa. Isso porque um ambiente com tons escuros sempre vai causar a sensação de que é preciso acender a luz — até mesmo em períodos diurnos.

Por isso, vale a pena apostar em cores claras, que deixam os espaços naturalmente iluminados. Isso vale tanto para a pintura das paredes quanto para os revestimentos do piso e demais pontos da decoração.

Um ambiente clean, em todos os aspectos, favorece a iluminação natural e, de quebra, promove a amplitude do espaço, principalmente se contar com a dica anterior dos espelhos e vidros.

3. Use lâmpadas fluorescentes ou de LED

Depois de remanejar a sua decoração, favorecendo a entrada da luz do sol e optando por cores claras, é hora de cuidar das suas luminárias de modo que elas também ajudem quem quer saber como economizar energia, mesmo quando elas estiverem acesas à noite.

Para isso, dê adeus a todas as lâmpadas incandescentes e troque-as pelas versões de LED ou fluorescentes. A diferença entre uma e outra é que as de LED, apesar de mais caras, duram o triplo do tempo das fluorescentes e consomem pouco mais da metade de energia. Ou seja, é um investimento com o melhor custo-benefício em questão de economia e de durabilidade.

Se quiser, faça as contas considerando o seu consumo anual para ter certeza de qual opção compensa mais no seu orçamento. Só não deixe de trocar, pois ambas as alternativas reduzem seus gastos com energia em pelo menos três vezes, de acordo com dados da Associação Brasileira de Importadores de Produtos de Iluminação (Abilumi).

4. Saiba como economizar energia em casa durante o banho

Depois do ar-condicionado, o chuveiro elétrico é o que mais consome energia em uma residência. Por isso, é tão recorrente ouvirmos por aí que é preciso diminuir o tempo de banho. Portanto, é melhor deixar para pensar na vida em outro momento que não seja esse! No entanto, apesar de eficaz, essa está longe de ser a única maneira de economizar aqui.

Manter a chave do chuveiro na posição de “verão” sempre que possível, por exemplo, pode gerar uma economia de até 30% de eletricidade para esquentar a água do banho, sabia? Além disso, é importante manter a fiação do seu chuveiro em boas condições (sem remendos caseiros na resistência) e limpar regularmente os orifícios pelos quais a água sai para que o fluxo não seja prejudicado.

5. Tire os eletrônicos da tomada

O hábito de deixar vários aparelhos plugados, mesmo que não estejam sendo usados — ou seja, no modo stand by — não é nem um pouco incomum. Afinal, muitas pessoas se acostumam a olhar a hora no display do micro-ondas, por exemplo, ou ligar a TV assim que entra em casa.

Entretanto, essa prática, aparentemente inofensiva, pode gerar um gasto significativo no final do mês, segundo pesquisa da Proteste. Aquela simples luzinha acesa é um sinal de que a sua conta de luz pode vir mais alta. Sendo assim, que tal tirar os eletrônicos da tomada quando eles não estiverem sendo usados? Não custa nada, concorda?

6. Diminua a troca de calor na geladeira

Se você alguma vez deixou o refrigerador ligado em casa durante uma viagem, talvez tenha notado que, mesmo funcionando, o eletrodoméstico gastou muito menos energia enquanto você esteve ausente.

Isso acontece porque a eletricidade é gasta pela geladeira para diminuir a entrada de calor em seu interior. O que significa que, quanto menos você abre e fecha suas portas, menos energia ela precisa usar, certo?

Por isso, inclusive, é tão importante conferir as borrachas de vedação, já que elas isolam o interior do seu eletrodoméstico e impedem essa troca de calor.

Logo, não é difícil fazer com que a geladeira fique mais econômica: além de checar a vedação com periodicidade, pense no que vai comer antes de abrir as portas. Deixe-a bem longe de fontes externas de calor (como o forno ou o sol) e evite guardar alimentos quentes lá dentro.

Também é bom conferir se o eletrodoméstico não está muito próximo da parede, pois essa proximidade pode superaquecer o seu motor. O ideal é deixar um espaço de 10 a 15 centímetros entre a traseira e a parede.

7. Reduza o uso do ferro de passar roupas

O ferro elétrico pode até não estar entre os maiores vilões do consumo de energia na sua casa. Mesmo assim, por que não tentar reduzir o uso desse aparelho para economizar na conta de energia elétrica e ainda perder menos tempo passando suas roupas?

Algumas atitudes simples que fazem toda a diferença nesse quesito são:

  • pendurar as roupas bem esticadas no varal para que fiquem menos amarrotadas e deem menos trabalho para passar;
  • preferir tecidos que não precisem ser passados, como viscose e poliéster;
  • deixar as roupas mais finas penduradas no banheiro, na hora do banho, para desamassá-las só com o vapor, sem o ferro;
  • separar antes de ligar o ferro quais roupas serão passadas e quais já podem ser apenas dobradas e guardadas.

8. Considere trocar os seus eletrodomésticos

Entre dicas de como economizar energia em casa está investir em equipamentos econômicos

Em 2016, a Proteste se mobilizou em uma campanha para incentivar a troca de modelos antigos de eletrodomésticos — principalmente os de ar-condicionado e os refrigeradores — por modelos novos, mais modernos e econômicos. Você se lembra disso?

De acordo com o site, afinal, a economia mensal com as versões mais modernas dos aparelhos poderia chegar a 67%, compensando o investimento em alguns meses. Nesse sentido, vale a pena adquirir modelos novos que, além de otimizarem a estética da casa, gastem menos energia.

Que tal conferir a média de consumo de cada eletrodoméstico no site da Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) e checar se não está na hora de trocar os seus?

Isso também vale no momento da compra: pesquise bastante antes de escolher as novas versões para a sua residência, observando nas especificações o seu potencial de consumido de eletricidade.

9. Verifique a fuga de energia na sua casa

Não é comum, mas se você está achando que, talvez, o consumo que aparece na sua conta de luz não reflete a realidade do seu gasto, pode ser uma boa conferir se não há algum probleminha de escape na sua rede.

É bem fácil: depois de desligar e desplugar todos os aparelhos da casa, apagando também todas as luzes, confira o seu medidor de consumo junto ao registro — caso ele continue girando, procure um eletricista e acabe com esse desperdício.

10. Invista em um sistema de aquecimento solar

A energia solar é hoje uma tendência que veio para ficar, porque representa uma economia considerável na conta de luz e ainda é uma prática sustentável. A transformação da luz do sol em energia é feita de uma forma 100% limpa, ou seja, não há emissão de poluente e é livre de qualquer outro impacto ambiental.

Além de contribuir com a conta de luz e com o meio ambiente, o investimento em um sistema de aquecimento solar valoriza o seu patrimônio. É isso mesmo! Os imóveis que produzem sua própria energia são mais valorizados no mercado imobiliário, e isso é um ponto superpositivo para o seu panorama financeiro, concorda?

11. Instale temporizadores e sensores

A tecnologia é uma grande aliada em como economizar energia em casa. Hoje temos várias opções de sensores de presença e temporizadores de luz no mercado, que fazem com que as lâmpadas sejam acesas e apagadas automaticamente. Logo, elas serão acionadas apenas quando houver necessidade, ou seja, quando alguém estiver no local.

Os temporizadores também podem ser utilizados em diversos aparelhos domésticos, de modo que eles sejam desligados após o período programado. Assim, ninguém mais sai de casa e esquece a televisão ou o computador ligado, por exemplo. Eles não serão retirados da tomada, é claro, mas, só de não ficarem em funcionamento sem necessidade, temos uma ótima economia na conta de luz!

12. Cuide da temperatura interna da casa

Especialmente nos períodos mais quentes do ano, as pessoas tendem a consumir mais energia elétrica por meio do ar-condicionado ou de ventiladores. O primeiro consome muito mais eletricidade que o segundo, porém, é possível reduzir o uso desses equipamentos com isolamento térmico.

A tendência, no verão, é deixar as janelas e portas sempre abertas, porém, isso pode fazer com que a temperatura interna da casa se equilibre com a externa, trazendo o ar quente para dentro.

Assim, se possível, isole as entradas quando estiver com o ar-condicionado ligado, por exemplo, ou até mesmo o ventilador. Assim, o desempenho é maior, e o produto não vai puxar tanta energia.

13. Envolva toda a família na economia

Não se esqueça de que o trabalho para poupar eletricidade em casa — o qual, vale lembrar, tem a ver com as finanças e também com a sustentabilidade do planeta — deve ser feito em equipe, envolvendo todo mundo que mora com você.

Portanto, engaje o restante da família nessa causa. Vocês podem começar a adotar regras simples de como economizar energia em casa, para serem seguidas por todos.

Isso vale para o tempo no chuveiro, para as luzes acesas e para os aparelhos em stand by. Todas estas dicas compartilhadas até aqui podem ser adotadas em conjunto, de modo que a casa inteira participe da economia.

Se a conta de luz vier mais barata, vale a pena comemorar! Então, dá para tornar o processo divertido, como se fosse um desafio a ser conquistado pelo time, com direito a recompensas.

Quer um exemplo? Se a família conseguir economizar uma porcentagem da conta de luz, todos vão ter uma noite de pizza no jantar. É uma boa ideia, concorda?

Agora que você já sabe como economizar energia em casa, vai ter uma redução interessante nos custos mensais e, assim, pode direcionar melhor os seus ganhos. Dá para começar a investir na segurança da família por meio da contratação de um seguro, ou até mesmo tirar alguns projetos antigos do papel.

O que importa é que você vai ter uma conta de luz mais barata e vai absorver essas práticas em seus hábitos diários, o que beneficia não só a família, mas o planeta inteiro!

Afinal, quando adotamos métodos econômicos, estamos pensando não só no lado financeiro, mas também na sustentabilidade agregada, que contribui com o bem-estar presente e das futuras gerações.

E aí, o que você achou das nossas dicas de como economizar energia em casa? Se quiser expandir a ideia para outras áreas da sua vida financeira, recomendamos conferir como se faz um orçamento familiar na prática: controle todos os seus gastos e conquiste seus sonhos!

materiais educativos

Cadastre-se para receber atualizações por e-mail