É possível manter o equilíbrio financeiro em momentos de crise?

É possível manter o equilíbrio financeiro em momentos de crise?

Momentos de crise, como a provocada pela pandemia do novo coronavírus, afetam diversas áreas das nossas vidas, sobretudo o aspecto econômico. Encontrar equilíbrio financeiro, no meio desse contexto é fundamental para garantir segurança e não ser tão prejudicado pelo que está acontecendo.

Algumas pessoas não estão preparadas para lidar com imprevistos ou com a redução de renda temporária causada por uma crise. O planejamento e o controle sobre os gastos são aspectos primordiais para que esses acontecimentos não prejudiquem a saúde das finanças pessoais, trazendo mais segurança e conforto.

Neste artigo, vamos mostrar quais fatores ajudam na manutenção do equilíbrio financeiro diante de uma crise. Além disso, mostraremos o que pode ser feito em tempos de instabilidade. Continue a leitura!

Quais fatores ajudam na manutenção do equilíbrio financeiro diante de uma crise?

Saiba como manter o equilíbrio financeiro na crise

Educação financeira

A educação financeira é fundamental para sabermos como agir em um período de dificuldade. Ela representa o conhecimento sobre as finanças pessoais, a acumulação e a multiplicação de patrimônio ao longo do tempo.

Sendo assim, trata-se do processo que leva as pessoas a compreenderem melhor a utilização do dinheiro. Alguém com educação financeira economiza, ganha dinheiro e acumula recursos de modo inteligente e prático.

O principal objetivo desse conhecimento é capacitar o indivíduo para que ele tenha segurança financeira. Desse modo, ele também vai melhorar a sua qualidade de vida no presente e no futuro.

Portanto, confira diversos artigos do nosso blog sobre esse tema, assista a vídeos no YouTube e busque outros materiais gratuitos que possam te ajudar a obter mais conhecimento para alcançar o equilíbrio financeiro.

Controle de dívidas

O controle de dívidas também é essencial para o equilíbrio financeiro, pois permite que a pessoa não perca a noção do que ainda precisa pagar. É preciso monitorar e gerenciar cada dívida de forma sistemática, pois, quando isso não é feito, corre-se o risco de assumir novas obrigações sem poder cumpri-las — o que pode colocar o indivíduo em dificuldade.

Para que o controle de dívidas ocorra de forma eficiente, é importante levantar todos os débitos em aberto e saber realmente com o que você está lidando. Desse modo, você saberá quando elas terminarão, quanto ainda deve ser pago e quando as dívidas não serão mais um problema para o orçamento.

Planejamento

O plano financeiro envolve o conhecimento sobre todo o dinheiro que entra na sua conta e como ele será utilizado. Por isso, é importante estabelecer metas, de curto, médio e longo prazo, para usar os recursos de modo inteligente.

Um planejamento financeiro executado com eficiência ajuda a passar por momentos adversos sem se desesperar se algo sair do controle.

Portanto, esteja atento a cada detalhe sobre seu dinheiro. Saiba quanto é a sua receita e o valor de suas despesas, como diminuir as dívidas, como renegociá-las (se for possível) e quais investimentos podem contribuir com seus objetivos.

Como evitar que a crise afete o lado econômico?

Por mais que você tenha um bom planejamento financeiro, a crise pode afetar o lado econômico de maneira direta. Veja o que pode ser feito para evitar o impacto negativo durante esse período!

Tenha uma reserva de emergência

Um dos principais passos para manter as finanças pessoais em segurança durante a crise é criar uma reserva de emergência. Ela é essencial para que você tenha condições de lidar com imprevistos, como problemas de saúde, uma viagem de emergência ou a queda no seu rendimento.

Ao poupar para criar esse fundo, você começa a consolidar a sua organização financeira, o que será útil para a administração desses recursos. Esse hábito evita a possibilidade de precisar de um empréstimo ou se desfazer de algo de valor em caso de necessidade.

Se possível, essa reserva deve acumular cerca de três meses de despesas mensais, dando uma margem de segurança confiável. Uma boa alternativa é aplicar esse dinheiro em um investimento que possibilite a retirada sempre que for necessário, sem perda de rentabilidade.

Revise o planejamento financeiro

Mesmo que você já tenha um planejamento financeiro detalhado, é fundamental fazer uma revisão que considere as mudanças desse período. É nessa hora que você vai definir quais são as prioridades e os compromissos que não podem ser postergados, estipulando uma meta de gastos.

Como a situação não é comum e constante, algumas adaptações serão temporárias, não sendo um motivo de preocupação para o futuro. A revisão no planejamento trará mais conforto e tranquilidade para superar as dificuldades dessa fase atípica, permitindo que você passe por ela sem grandes prejuízos.

Reduza os gastos

Como o momento é de instabilidade e de incerteza, também é prudente reduzir os gastos. Se a situação financeira mudou, o padrão de vida também passará por alterações, ainda que elas não sejam definitivas. Portanto, organizar as finanças diante de um desafio exige economia.

Avalie de forma crítica o seu padrão de vida e veja o que pode ser reduzido ou cortado do cotidiano para aumentar a sua liberdade de orçamento. Algumas áreas que são importantes, mas não essenciais, como entretenimento, podem ser repensadas e adaptadas durante o período.

Evite fazer novas dívidas

Como comentamos brevemente, outra forma de manter as contas dentro do controle em um momento de crise é evitar fazer novas dívidas. É fundamental ter em mente que os gastos nessa fase devem ser planejados com todo o cuidado, e fazer investimentos muito grandes nesse período não é uma atitude inteligente.

Isso porque, durante a fase, é possível que o seu rendimento tenha oscilações, de acordo com o que está ocorrendo no mundo. Portanto, evite fazer grandes investimento no período e, consequentemente, dívidas que possam comprometer a segurança financeira que você já tem e trazer complicações para os pagamentos futuros.

Mostramos algumas práticas que podem contribuir com a manutenção do equilíbrio financeiro em momentos de crise. Analisar as finanças periodicamente é uma estratégia fundamental para o sucesso na administração do seu dinheiro. Portanto, vale a pena cuidar do planejamento e estar preparado para superar as adversidades que possam surgir.

Gostou das nossas dicas sobre este tema tão importante? Então, aproveite para entrar em contato conosco e saiba como podemos contribuir com a sua segurança financeira!

materiais educativos

  • Publicado

    13 de novembro de 2020

  • Categoria

    Educação Financeira

  • Tags Relacionadas

    Finanças pessoais