O que são juros compostos? Saiba como usar em seus investimentos

O que são juros compostos? Saiba como usar em seus investimentos

Você sabia que é possível multiplicar o rendimento da sua carteira de modo exponencial? Entender o que são juros compostos e como usá-los a seu favor permite aproveitar uma das melhores formas de investir e obter retornos expressivos, principalmente para ativos que visam o longo prazo.

Por meio da aplicação consistente dessa taxa, seu capital pode ser multiplicado e permitir que você tenha uma rotina mais flexível e uma vida confortável ao viver dos rendimentos.

Se quer saber de que forma os juros compostos podem otimizar seus ativos e proporcionar melhores resultados, continue a leitura e veja como isso é possível para sua realidade!

O que são juros compostos?

Entenda o que são juros compostos

Uma célebre frase atribuída a Albert Einstein resume bem a importância dos juros compostos para a sociedade: “Os juros compostos são a oitava maravilha do mundo. Aquele que entende, ganha. Aquele que não entende, paga”.

Não se sabe ao certo se Einstein fez mesmo essa afirmativa, mas a frase não poderia ser mais verdadeira.

Na modalidade de juros compostos, o valor referente a uma parcela é incorporado ao montante. Isso significa, na prática, que o valor cresce mais rápido do que os juros simples.

Para o caso de um devedor, essa é uma situação complicada. Já aos investidores, é uma ótima oportunidade para aplicações.

Tanto na situação de dívidas quanto em investimentos, na maioria dos casos, são utilizados juros compostos.

Exemplos como fatura do cartão de crédito, cheque especial ou financiamentos ilustram bem o efeito que os juros compostos têm em um capital.

Como é possível calcular esse tipo de juros?

Se você quer saber o quanto pode faturar com uma aplicação financeira desse tipo, é possível usar a seguinte fórmula para o cálculo dos juros compostos:

M = C (1+i)^t

Nessa equação, “M” representa o montante que você vai receber ao final do contrato, incluindo todo o capital e os juros acumulados.

O termo “C” se refere à quantidade de recursos investidos, enquanto o “i” demonstra a taxa de juros acordada entre as partes.

O “t” serve para indicar o tempo decorrido, apontando que, quanto maior for o prazo, maior será o rendimento.

Algumas formas de investimento, como títulos referentes a CDBs, LCAs, CRAs e Tesouro Direto, utilizam essa fórmula a fim de definir qual a remuneração oferecida aos investidores.

Assim, se você considera alguma dessas alternativas para aplicação, é possível utilizar a equação acima para saber quanto vai receber ao fim do contrato.

Qual é a diferença entre juros compostos e simples?

A diferença básica entre os juros simples e os juros compostos é o valor de base usado no cálculo. Enquanto o primeiro é aplicado apenas no montante inicial do investimento, o segundo incide sobre o capital mais os juros dos períodos passados. Ou seja, no caso dos juros compostos, o valor cresce de forma exponencial.

Por exemplo, imagine que você fez um investimento de R$ 1.000,00, com uma taxa de juros simples de 5% ao mês por um período de 12 meses. No final, o valor total será de R$ 1.600,00. Portanto, o rendimento foi de R$ 50,00 ao mês.

Agora, suponha o mesmo exemplo, mas com taxa de juros compostos. Assim, o montante final será de R$ 1.795,86. Isso ocorre pelo seguinte fato: após a passagem do primeiro mês, o valor considerado para o cálculo será de R$ 1.050,00.

Assim, no segundo mês, os 5% de juros serão aplicados sobre R$1.050,00, tendo como resultado o total de R$ 1.102,50. No terceiro mês, a incidência será sobre o último montante e assim sucessivamente.

Por isso, o valor final é maior com os juros compostos. No longo prazo, a diferença tende a crescer em comparação aos juros simples.

Como usar os juros compostos para investir?

Saber escolher investimentos que remunerem com juros compostos pode fazer seu patrimônio crescer muito mais. 

Logo, se você começar a realizar aplicações financeiras com uso desse tipo de juros, as chances de alcançar seus objetivos aumentam. Abaixo, confira algumas formas de investir com juros compostos!

Renda Fixa

No mercado financeiro, títulos de renda fixa como Tesouro Direto, CDBs e LCIs usam juros compostos na forma de remuneração. Assim, enquanto você não retirar seu dinheiro da aplicação, ele estará rendendo juros sobre juros.

Por exemplo, caso você tenha investido em Tesouro Direto, quanto mais tempo deixar os seus recursos aplicados, maior será o montante de capital.

Afinal, o valor dos juros gerados em cada mês antecedente vai entrar na base de cálculo, aumentando a rentabilidade de seus investimentos.

Renda variável

Assim como nas aplicações de renda fixa, também é possível ganhar dinheiro com os juros compostos nos investimentos de renda variável. Além de obter ganhos com a valorização das ações ao longo do tempo, você pode ver seu patrimônio crescer por esse meio também.

Quando investe em renda variável, você recebe dividendos. A dica para ver seus investimentos rendendo juros sobre juros é reaplicar esse valor, comprando novas ações. Dessa forma, haverá uma aplicação maior que, ao longo prazo, pode fazer seu patrimônio crescer substancialmente.

Quais são as vantagens de investir com juros compostos?

As aplicações que rendem com juros compostos tem como maior atrativo os altos rendimentos associados a essa modalidade quando comparadas às outras opções de juros simples, possibilitando um crescimento mais rápido do seu patrimônio.

Para isso, é importante montar uma carteira de investimento diversificada com o menor risco possível. Ter a ajuda de profissionais que entendam bastante sobre o mercado financeiro pode facilitar essa tarefa e torná-la mais segura.

Além disso, muitas das opções com juros compostos se referem a ativos financeiros de renda fixa, que permitem saber de modo adiantado o valor exato que será recebido.

Isso melhora a previsibilidade da sua carteira e fornece maior segurança na hora de estimar seu patrimônio, sem deixar de lado o alto rendimento.

Viu como é necessário conhecer um pouco mais a fundo as possibilidades de remuneração se quiser escolher bons investimentos?

Saber melhor sobre esse tema e como calcular os juros contribui para ter mais segurança e expertise na hora de aplicar seu dinheiro, fazendo sua carteira obter um retorno maior.

Quer ter ainda mais segurança nos investimentos? Então, baixe agora mesmo o nosso e-book sobre manual do investidor iniciante e saiba como fazer seu dinheiro render mais!

Ou se preferir, confira outros conteúdos que podem contribuir para aumentar o seu conhecimento sobre proteção financeira. Basta clicar abaixo:

Cadastre-se para receber atualizações por e-mail