Como organizar suas finanças pessoais por faixa etária?

Como organizar suas finanças pessoais por faixa etária?

Você acredita que quanto mais cedo incorporamos um hábito, mais fácil fica mantê-lo ao longo da vida? Isso também acontece com o dinheiro, ou melhor, com o hábito de organizar as finanças pessoais. E não é só se organizar ou poupar, é saber investir. Não adianta guardar parte do seu salário e colocar debaixo do colchão, onde ele não terá rendimentos e vai se desvalorizar. Para que isso não aconteça, você deve escolher um investimento que tenha rendimentos que acompanhem ou fiquem acima da inflação. Ainda mais com a crise no cenário econômico brasileiro, que faz crescer a desvalorização da nossa moeda e o número de pessoas endividadas.

Mesmo quem está aposentado empresta ou aceita recorrer a um empréstimo consignado (modalidade em que o dinheiro é descontado automaticamente do salário) para saldar dívidas de familiares. O endividamento acontece em parte por causa do aumento do desemprego no país. Mas a boa notícia é que quem começa um planejamento financeiro, pode ser menos afetado em períodos como este. Então, está mais do que na hora de organizar suas finanças, certo? Para isso, existem práticas adequadas para cada faixa etária, considerando as necessidades de cada momento da vida. Conheça as melhores de acordo com a sua.

vaso de planta com dinheiro plantado

Dos 19 a 35 anos

Muita gente não acredita, mas apesar de ser a época que você está começando a carreira e tem o salário mais baixo, essa é também a fase ideal para juntar dinheiro. Por quê? Porque nessa faixa etária, em geral, não existem despesas com família e moradia.

Organize suas finanças: faça um “colchão financeiro” que possa pagar suas despesas por, no mínimo, um ano caso algum imprevisto aconteça e invista na sua educação. Quanto mais você se especializar maiores são as chances de conseguir uma promoção e, assim, aumentar seus ganhos.

De 35 a 50 anos

É nessa idade que começa o ápice da sua carreira. Mas, junto com os rendimentos melhores, começam as responsabilidades com família, os filhos e a casa. Portanto, o investimento ideal é deve ser capaz de proteger seu patrimônio e a sua família. Os seguros de vida (que não precisam ser usados apenas para casos de morte) possuem essa característica, além de cobrirem invalidez.

Leia mais: Por que comprar um seguro de vida?

Organize suas finanças: está na hora de planejar a aposentadoria com mais foco e fazer mais esforços para juntar dinheiro. Para isso, não comprometa mais de 20% da sua renda com prestações e dívidas.

Após os 50

Nesse momento da vida a experiência e o conhecimento são bens acumulados, no entanto as oportunidades de trabalho são menores. Por isso, uma ideia é oferecer serviços de consultoria ou tentar empreender .

Organize suas finanças: aplique seu dinheiro em investimentos de pouco risco e mais conservadores como os de renda fixa. Agora que você não gasta mais com a educação de seus filhos, junte esse dinheiro e faça aportes maiores na sua aposentadoria.

Saiba mais: Como usar sua restituição do IR para fazer um aporte no seu PGBL

 

Cadastre-se para receber atualizações por e-mail