Presentes de Natal: por que se planejar com antecedência?

Presentes de Natal: por que se planejar com antecedência?

Para muitos, a virada do ano representa gastos bastante significativos. Afinal, a viagem de férias em família, o pagamento do IPTU e a compra de materiais escolares demandam recursos extras. E tem mais: na prática, independentemente da situação financeira, a maioria das pessoas ainda se vira para conseguir comprar presentes de Natal, considerada uma das datas mais importantes do calendário.

Pensando justamente nisso é que resolvemos criar este post. Acompanhe os próximos tópicos para entender a importância de planejar a compra dos presentes de Natal, por meio de dicas que certamente o ajudarão a economizar e fazer ótimos negócios! Vamos lá?

presentes de natal

Por que planejar os presentes de Natal?

A verdade é que as compras de fim de ano já podem ser consideradas praticamente parte do orçamento da família. É fundamental, portanto, adotar certas estratégias de planejamento para conseguir aproveitar as melhores oportunidades. E o motivo para toda essa antecedência é simples: quanto mais perto do Natal, mais absurdos ficam os preços e maior se torna a correria para a aquisição dos presentes.

Não conseguiu se antecipar? Então se prepare para enfrentar lojas físicas lotadas ou para testar a sorte ao tentar receber os produtos desejados a tempo, caso se proponha a ir às compras no meio virtual. Além disso, lembre-se: ao deixar essa missão para a última hora, você corre o risco de encontrar determinados itens indisponíveis no estoque.

Mas como se organizar com antecedência?

1º – Crie uma lista

Sair para comprar presentes sem saber o que quer é como ir ao supermercado de barriga vazia: você acaba comprando itens de que não precisa, esquecendo-se do que é realmente necessário. É para evitar esse tipo de situação que o ideal é fazer uma listinha com os presentes mais adequados para cada pessoa. Acredite: esse preparo simples pode fazer toda a diferença na sua saída às compras.

Não tem mistério: anote o nome das pessoas que quer presentear, indicando ao menos uma opção de presente para cada uma. Com esse guia em mãos, você conseguirá fazer pesquisas sobre os itens listados, incluindo preço, prós, contras e até produtos relacionados que podem ser ideias ainda mais incríveis de presente. De olho nesses dados e no seu orçamento, é possível ir direto ao ponto na hora de comprar.

Nessa etapa, também é preciso pensar muito bem nos nomes que vão compor sua lista. Por mais que seja mais que natural querer presentear todo mundo que você conhece, é preciso ponderar. Que tal dar lembrancinhas para as pessoas menos íntimas? Considere quem é sua prioridade, como filhos, cônjuge, pais, irmãos e amigos próximos, por exemplo, para não correr o risco de montar uma lista grande demais.

2º – Planeje seu orçamento

É essencial definir a quantia máxima que poderá ser gasta nessa ocasião. Isso porque é muito fácil se deixar levar pela emoção do momento, comprando presentes que ultrapassam os limites da sua realidade financeira. Não é à toa, afinal, que muita gente acaba contraindo dívidas significativas por descuidos com os preços nas compras de fim de ano.

Nesse sentido, uma boa estratégia é reservar parte do seu orçamento mensal. Pense bem: e se você, a partir do mês de julho, guardar 100 reais por mês para destiná-los exatamente aos presentes de Natal? Nesse cenário, você chegaria em dezembro com um total de 600 reais limpinhos para esse fim! É uma quantia considerável para agradar as pessoas que incluiu na sua listinha prioritária, não concorda?

seguro ideal

3º – Prefira compras à vista

Uma das melhores estratégias para conseguir bons descontos é preferir o pagamento à vista. E essa dica é especialmente verdadeira no caso dessa época do ano, viu? Com essa carta na manga, você consegue negociar nos estabelecimentos comerciais, muita vezes conseguindo promoções especiais!

Anote aí: ao fazer uma reserva, como sugerimos anteriormente, você tem mais chances de fazer bons negócios, além de evitar o endividamento e conseguir enfrentar aquelas despesas típicas do início do ano com muito mais tranquilidade.

4º – Pesquise os preços

presentes de natal

Já falamos brevemente sobre isso, mas nunca é demais enfatizar: pesquisar os preços dos produtos incluídos na sua lista de presentes é um fator simplesmente indispensável para se fazer uma boa economia. Afinal, é só pesquisando (e muito) que você vai conseguir encontrar as melhores ofertas!

E essa pesquisa não vale só para estabelecimentos físicos, ok? Explore também os sites comparadores de preços mais populares, como Buscapé, Bondfaro e Zoom, entre outros. Imagine se você encontra ótimos preços com entrega gratuita?!

Lembre-se de que quanto antes você pesquisar e comprar os presentes, melhores serão suas oportunidades e menor será a correria. Planejando-se com antecedência, você não vai precisar lidar com pressão ou pressa, fatores que normalmente levam a compras por impulso, pagando-se mais do que devia.

5º – Aproveite a Black Friday

Você certamente já ouviu falar sobre a Black Friday, certo? Mas sabe quando exatamente esse evento acontece e como pode ser proveitoso para seu Natal? Então anote: a Black Friday acontece na última sexta-feira de novembro.

Trata-se de um dos melhores momentos do ano para aproveitar promoções, quando lojas físicas e virtuais de todos os segmentos baixam seus preços para atrair mais consumidores e aumentar as vendas. Para aqueles que se organizam com antecedência, é a oportunidade perfeita para comprar presentes com ótimos preços.

Você pode ficar de olho no site oficial do evento no Brasil para conferir as principais ofertas, que incluem desde roupas e livros até passagens aéreas. Você também pode verificar se as promoções realmente compensam, comparando-as com as pesquisas que você realizou anteriormente.

Como o volume de vendas online durante essa ocasião costuma ser bastante alto, certifique-se de que o estabelecimento vai conseguir entregar os produtos antes do Natal — especialmente quando se tratar dos presentes das crianças!

6º – Faça você mesmo

A expressão inglesa Do It Yourself (DIY), traduzida livremente como faça você mesmo, representa um movimento que incentiva a criação de diversos itens a partir de suas próprias habilidades e de materiais simples. Ao seguir esse conceito, portanto, você pode fazer presentes personalizados para as pessoas da sua lista!

Essa é uma ótima alternativa para quem está um pouco mais apertado financeiramente, mas mesmo assim não quer deixar de presentear as pessoas que ama! E o fato de a recordação não ter sido comprada não faz com que ela seja menos importante. Aliás, muito pelo contrário, a maioria das pessoas certamente enxergará ainda mais valor nesse esforço.

Você pode customizar xícaras, utensílios para casa, vasos de plantas e até mesmo peças de roupa. Que tal comprar uma camiseta básica e bordá-la de acordo com o gosto da pessoa que a receberá, por exemplo? Desperte sua criatividade com uma pesquisa na internet!

Essa filosofia também pode servir para você criar sua própria decoração de Natal, como os enfeites para pendurar na árvore, proporcionando ainda mais economia.

Como pôde ver, ao se planejar com antecedência para comprar os presentes de Natal, você não só economiza dinheiro como também evita correrias e estresses desnecessários. Com um bom planejamento e seguindo as dicas deste post, sua saga de compras de fim de ano pode mudar para sempre — para melhor, claro!

E se gostou deste conteúdo, aproveite para compartilhá-lo com seus amigos nas redes sociais! Ajude a espalhar essas dicas de economia por aí!

materiais educativos

Cadastre-se para receber atualizações por e-mail