Festas em família: quais são as principais recomendações no cenário atual?

Festas em família: quais são as principais recomendações no cenário atual?

Com o fim do ano, várias pessoas buscam maneiras de celebrar o Ano Novo com segurança, mas sem abrir mão de festas em família. Isso porque a pandemia de Covid-19 ainda é realidade no Brasil, que busca contornar as graves consequências da doença em todos os estados.

Diante desse contexto, torna-se necessário adaptar as festas em família. A ideia é manter os cuidados contra coronavírus e evitar o contágio em massa, especialmente entre aqueles que são do grupo de risco.

Apesar de entender a importância dessa cautela, muitos se perguntam como é possível conciliar as comemorações com as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Pensando nisso, separamos para você alguns esclarecimentos sobre o assunto, bem como dicas para aproveitar as festas de final de ano com o máximo de segurança e tranquilidade nas suas festas em família. Confira!

Saiba como aproveitar as festas em família com segurança

O contexto da pandemia provocada pelo coronavírus

Em março de 2020, a OMS decretou pandemia pelo novo coronavírus. Desde esse período, quando cientistas do mundo todo passaram a se debruçar sobre o tema e a entender as causas e as consequências da infecção, sabe-se que os sintomas mais frequentes são febre, tosse, disenteria e falta de ar. Nos casos extremos, as vítimas também podem apresentar quadros de pneumonia, de insuficiência dos rins e de síndrome respiratória.

Diante desse contexto, a recomendação mais importante é o isolamento social, especialmente para a proteção de pessoas do grupo de risco. Por essa razão, inclusive, orienta-se que as festas em família sejam adaptadas, tendo em vista a possibilidade de transmissão entre familiares.

Os riscos de transmissão da Covid-19

Até o momento, sabe-se que as formas de contágio mais comuns são pela via aérea e por meio de superfícies contaminadas. Nesse sentido, é preciso estar atento ao contato com saliva, espirro e tosse de outras pessoas, bem como ao compartilhamento de itens pessoais que possam conter secreção com o agente infeccioso.

Daí a recomendação de utilizar máscara durante todo tempo em que estiver fora de casa e de higienizar as mãos com água e sabão ou álcool em gel a 70%. A orientação mais importante, entretanto, ainda é permanecer em casa e evitar aglomerações. O ideal é sair apenas quando indispensável ou para o trabalho na abertura do comércio, mantendo um distanciamento de, pelo menos, 2 metros.

A realização de festas em família no cenário atual

Agora que você já tem um panorama sobre a pandemia, que ainda é alarmante, bem como as formas de transmissão e os respectivos cuidados, confira dicas para realizar as festas em família no cenário atual!

Cuide da saúde nas festas em família. Veja dicas

Prefira os meios tecnológicos

Apesar de não ser recomendável o encontro presencial, sabemos que as festas em família no fim de ano são importantes para as pessoas, uma vez que reforçam a união e recarregam as energias e a esperança para o novo ano.

A boa notícia é que agora elas podem acontecer pelo meio virtual. Com diversas plataformas gratuitas à disposição, é possível programar as festividades sem abrir mão dos cuidados essenciais para manter a saúde em dia.

O ideal é que você combine com sua família o meio de comunicação mais confortável a todos e, desde logo, prepare o psicológico para uma forma diferente de celebrar. Por meio de recursos digitais, você pode criar convites online para o encontro com data e hora marcada e planejar a festa da maneira mais segura possível.

Preze pela transparência

É fundamental que, diante desse contexto, todos estejam conscientes dos riscos de transmissão da Covid-19 e conheçam as formas de prevenção. Isso deve ocorrer especialmente se a reunião for realizada de forma presencial.

Nesses casos, é importante a preparação de um espaço que propicie esses cuidados. Ambientes pequenos, por exemplo, dificultam o distanciamento de 2 metros entre os familiares. Da mesma forma, lugares pouco arejados aumentam o risco de transmissão da doença. Além de conscientizar, portanto, confira se o ambiente escolhido é seguro para todos.

Envolva a família nos preparativos

Para que as festas de fim de ano sejam bem-sucedidas, também é importante envolver todos os convidados nos preparativos. Assim, caso a reunião seja feita pelo meio virtual, aos poucos todos estarão adaptados à nova realidade e buscarão atividades em família mais seguras para fazer deste um momento especial. Para tanto, vocês podem combinar vestuário, cenário ou refeições para o dia de festa.

Cada um, de sua própria casa, será responsável por garantir uma verdadeira celebração. Lembrando que o processo de preparação pode ajudar a unir a família antes mesmo da data comemorativa. A dica é organizar um grupo no WhatsApp que auxilie na comunicação.

Planeje atividades com as crianças

Quem tem criança sabe que, muitas vezes, elas nutrem expectativa em relação às festas em família no fim de ano. Por esse motivo, é importante envolvê-las nos preparativos, além de organizar atividades diferentes que evitem frustrações.

Uma dica interessante é deixar que elas planejem algo para o dia da festa. Pode ser uma receita, uma brincadeira ou a decoração da casa para o Ano Novo. Além disso, é importante ser transparente sobre como será a festividade. Isso as deixará preparadas emocionalmente e motivadas a comparecer para se divertir com a família.

As principais recomendações

Como visto, a recomendação principal acerca das festas em família é que elas sejam feitas, preferencialmente, respeitando o isolamento social. A ideia é evitar que pessoas do seu convívio tenham contato com pessoas situadas em um domicílio diferente. Afinal, o compartilhamento de um mesmo ambiente e de objetos, sobretudo no momento da refeição, agrava o risco de contágio entre familiares.

Sendo assim, o ideal é utilizar as tecnologias para evitar o coronavírus. Caso isso não seja possível, é indispensável seguir as recomendações para barrar a transmissão do vírus, como o uso de máscara, do álcool em gel a 70% e o distanciamento de, no mínimo, 2 metros entre pessoas. Lembre-se de evitar contatos físicos e higienizar com frequência as superfícies do ambiente compartilhado.

As festas em família, especialmente ao final do ano, são uma tradição difícil de abandonar. Por outro lado, diante de um momento grave de saúde pública, em que muitos estados e municípios sofrem com o alto número de infectados, é preciso adaptar algumas questões e adotar hábitos saudáveis.

Isso não significa deixar de lado a celebração, mas encontrar maneiras de garantir que todos estejam em segurança em relação à Covid-19 e se reencontrem nos outros anos com saúde.

Gostou do conteúdo? Que tal completar a sua leitura? Confira agora como cuidar da saúde mental em momentos de crise!

materiais educativos

  • Publicado

    31 de dezembro de 2020

  • Categoria

    Planejamento

  • Tags Relacionadas

    Família Saúde